terça-feira, 1 de abril de 2008

Uma homenagem

Seus grandes olhos azuis brilhavam, fitando o local com ansiedade e certeza. O cabelo vermelho-vivo combinava com a pele clara e o corte repicado, desleixadamente preso, sugeria uma certa informalidade que não poderia ser negada após a primeira gargalhada alta, nasal e maliciosa.Ela tinha seus vinte e poucos anos.Vestia uma blusa colada,uma cigarrette e um all star velho. Era simples e decidida.

Chegou, falou, riu, se enturmou, bebeu. Ao som das baladinhas anos 80, não se preocupava com os outros. Dançava para si. Passos arrastados, cabeça baixa, olhar alheio...Usufruía do seu corpo da melhor maneira possível. O conhecia, sabia seus limites, seu talento, seus defeitos, estava satisfeita. Mike Nichols a teria escalado.

Era feliz com pouca coisa.Queria dançar, queria aproveitar, queria sentir-se bem com pouco, sendo ela mesma, da forma que quisesse.Queria ser originalmente feliz.Alguns olhavam-na receosos.Há pessoas que gostam de aparecer.Não era o seu caso.É certo que não se incomodava com os olhares que a fitavam, mas não era a eles que se dirigia. Dançava, cantava, vibrava. A vida pulsava frenéticamente a cada nova música que lhe enchia de esperança e prazer.

Estava viva.

4 comentários:

Marcelo Buosi disse...

Ótima descrição!Estilo J.k Rowling (considere isso como um elogio...hehehe).
Gostaria de saber apenas pra qual
filme Mike a teria escalado.Closer?

Outra coisa...você leu o artigo do Clóvis Rossi - "O morto-vivo se mexe" - 01/03/08 ?
Achei animal.

Marcelo Buosi disse...

Correção: artigo de 01/04/08, ou melhor, 1° de Abril.

Alice disse...

o bom de ter amigos-escritores é que você pode sair antes das festas e ler depois o que aconteceu.
ou quem apareceu.

agora eu quero dançar!
(ou viver -eu aceito!)

disse...

Continue escrevendo sempre! Mais e mais pra eu poder matar a saudade de você!
Tentei ligar hoje, mas nada de atender..nem casa, nem celular. Vê se me liga!!
Tenho váááárias novidades...segundo to de mudança com o Dani!
Bjooo imenso cheio de saudade!