sexta-feira, 13 de junho de 2008

O fim de um nome

Fora uma tarde engraçada, aquela. Uma mudança na relação dos dois. Ela queria desabafar. E esquecer. Ele a ouvia com atenção e surpresa. Ao som de Elis, com jeans e mochilas nas costas. Como nossos pais. Estava leve, sorridente, feliz. Algo o fazia sentir que aquilo não era bom sinal. Não se levado em consideração o que ela dizia. Nunca a vira daquele jeito!

Fartara-se de falsos modernismos. De pessoas confusas, mal resolvidas. De indecisões. De narcisistas carentes e de jovens eufóricos. Queria resolver as coisas rápido. Sem demoras ou frescuras. Pegar ou largar. Não era dada a promessas, mas o caso é que dessa vez era diferente. E ela era tão decidida, tão exemplarmente bem sucedida, tão segura. Admirável, sem dúvida, a maior parte do tempo. Sofria daquilo que atinge a todos. O amor.

Cansara. De fingir. De entender. De ocultar características suas para que as coisas ficassem bem. De discussões idiotas ou contentamentos efêmeros. Cansara de pensar nisso. Queria viver. Só. Carne e osso. Era isso que queria. Ele ria. Como pode ser tão duplamente diferente? Não sabia, mas tomara uma decisão.

Era o fim de um nome. E o começo de outro: o seu.

4 comentários:

Clara disse...

Ai, Tulio...
Depois de tudo que a gente comentou ontem, preciso ainda dizer que adoro seus textos???

Nossa, sério... Você já pensou em escrever um livro ou algo assim??
Pode ter certeza que eu leria...

:))

bjuxx

Aline disse...

Olá Tulioo
Eu sou bastante esquecida (acho que já deu pra perceber) e por isso que eu nunca tinha vindo ver o seu blog...
Mas pode ter certeza que agora que eu vi como é, eu vou visitar sempre (e você vai ter que agüentar os meus comentários! hahaha)
beijos

Pedro Melo disse...

Túlio, concordo com a Clara... escreva um livro cara, na boa!
Mas, enquanto o seu livro não vem, parabéns por mais esse texto... "narcisistas carentes" foi muito bom!
Abraços

tathy_clubber disse...

gostei tanto que peço a permissão para, um dia, clocar seu texto no meu perfil do orkut ( com a devida identificação autoral,claaaaro honey)....

beijão e VOCÊ É FODAA