segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Tempo



Porque paradas, só ficam as estátuas. Às vezes, nem elas. Queríamos poder voltar a abraços, sentimentos, intensidades. É impossível. Melhor deixá-los guardados, servindo como parâmetros para outros momentos, no reino das memórias.

Nenhum comentário: