segunda-feira, 8 de março de 2010

Frases

A gente não quer so comida; a gente quer comida e quer fazer amor.*

De um cartaz feito por moradores do Crusp colocado no corredor do bandejão central da USP contra a separação dos alojamentos por sexo. Achei poético.



O infinito está em sua própria finitude.

Na aula de teoria da história, do Grespan, na última sexta, explicando dialética e a complexidade do ser humano, dos costumes e da história enquanto auto-produção. Achei incrível.



*Claro que o cartaz está inserido em mais uma série de pautas do movimento da associação de moradores do Crusp, dentre elas mais vagas.

Nenhum comentário: